imagem alusiva a XVIII - Saudoso já deste Verão que vejo.

XVIII - Saudoso já deste Verão que vejo.

PoetMi.com

XVIII - Saudoso já deste Verão que vejo.

Saudoso já deste Verão que vejo,


Lágrimas para as flores dele emprego


Na lembrança invertida


De quando hei-de perdê-las.


Transpostos os portais irreparáveis


De cada ano, me antecipo a sombra


Em que hei-de errar, sem flores,


No abismo rumoroso.


E colho a rosa porque a sorte manda.


Marcenda, guardo-a; murche-se comigo


Antes que com a curva


Diurna da ampla terra.




(Athena, nº 1, Outubro de 1924)

Ricardo Reis in Odes de Ricardo Reis


No poetmi desde

Avatar do autor do poema

Ricardo Reis

Ricardo Reis, um dos diversos heterônimos do escritor português Fernando Pessoa. Segundo seu criador, ele nasceu em 1887, em Portugal, mas se exilou no Brasil a partir de 1919. Monarquista, epicurista, partidário do estoicismo e do paganismo, sua poesia possui traços neoclássicos e tem como principal temática a efemeridade da vida.