imagem alusiva a SAUDAÇÃO A W. WHITMAN [c]

SAUDAÇÃO A W. WHITMAN [c]

PoetMi.com

SAUDAÇÃO A W. WHITMAN [c]

SAUDAÇÂO A W. WHITMAN


Para cantar-te,

Para cantar-te como tu quererias que te cantassem,

Melhor é cantar a terra, o mar, as cidades e os campos —

Os homens, as mulheres, as crianças,

As profissões, [...], as (...)

Todas as coisas que, juntas, formam a síntese-universo,

Todas as coisas que, separadas, valem a síntese-Universo,

Todas as coisas que universais formam a síntese Deus.


Ah, o poema que te cantasse bem,

Seria o poema que todo cantasse tudo,

O poema em que estivessem todas as vestes e todas as sedas —

Todos os perfumes e todos os sabores

E o contacto em todos os sentidos do tacto de todas as coisas tangíveis.


Poema que dispensasse a música, música com vida,

Poema que transcendesse a pintura, pintura com alma

Álvaro de Campos in Poesias de Álvaro de Campos


No poetmi desde

Avatar do autor do poema

Álvaro de Campos

O Poeta Álvaro de Campos é um dos mais importantes heterônimos de Fernando Pessoa. Segundo Fernando Pessoa nasceu em Tavira, no extremo sul de Portugal. Estudou Engenharia Naval, na Escócia. No entanto, não exerceu a profissão por não poder suportar viver confinado em escritórios.