imagem alusiva a Ontem

Ontem

PoetMi.com

Ontem

XXVII


Ontem - néscio que fui! - maliciosa

Disse uma estrela, a rir, na imensa altura:

"Amigo! uma de nós, a mais formosa

"De todas nós, a mais formosa e pura,


"Faz anos amanhã... Vamos! procura

"A rima de ouro mais brilhante, a rosa

"De cor mais viva e de maior frescura!"

E eu murmurei comigo: "Mentirosa!"


E segui. Pois tão cego fui por elas,

Que, enfim, curado pelos seus enganos,

já não creio em nenhuma das estrelas...


E — mal de mim! — eis-me, a teus pés, em pranto...

Olha: se nada fiz para os teus anos,

Culpa as tuas irmãs que enganam tanto!



No poetmi desde

Avatar do autor do poema

Olavo Bilac

Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac foi um jornalista e poeta brasileiro.