imagem alusiva a O Tempo

O Tempo

PoetMi.com

O Tempo

Sou o Tempo que passa, que passa,

Sem princípio, sem fim, sem medida!

Vou levando a Ventura e a Desgraça,

Vou levando as vaidades da Vida!


A correr, de segundo em segundo,

Vou formando os minutos que correm . . .

Formo as horas que passam no mundo,

Formo os anos que nascem e morrem.


Ninguém pode evitar os meus danos . . .

Vou correndo sereno e constante:

Desse modo, de cem em cem anos

Formo um século, e passo adiante.


Trabalhai, porque a vida é pequena,

E não há para o Tempo demoras!

Não gasteis os minutos sem pena!

Não façais pouco caso das horas!



No poetmi desde

Avatar do autor do poema

Olavo Bilac

Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac foi um jornalista e poeta brasileiro.