imagem alusiva a O Cometa

O Cometa

PoetMi.com

O Cometa

Um cometa passava... Em luz, na penedia,

Na erva, no inseto, em tudo uma alma rebrilhava;

Entregava-se ao sol a terra, como escrava;

Ferviam sangue e seiva. E o cometa fugia...


Assolavam a terra o terremoto, a lava,

A água, o ciclone, a guerra, a fome, a epidemia;

Mas renascia o amor, o orgulho revivia,

Passavam religiões... E o cometa passava.


E fugia, riçando a ígnea cauda flava...

Fenecia uma raça; a solidão bravia

Povoava-se outra vez. E o cometa voltava...


Escoava-se o tropel das eras, dia a dia:

E tudo, desde a pedra ao homem, proclamava

A sua eternidade ! E o cometa sorria...



No poetmi desde

Avatar do autor do poema

Olavo Bilac

Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac foi um jornalista e poeta brasileiro.