imagem alusiva a Junho

Junho

PoetMi.com

Junho

Coro de crianças:


Passem os meses desfilando!

Venha cada um por sua vez!

Dancemos todos, escutando

O que nos conta cada mês!


Junho:


Em chamas alvissareiras,

Ardem, crepitam fogueiras . . .

— E os balões de S. João

Vão luzir, entre as neblinas,

Como estrelas pequeninas,

Entre as outras, na amplidão.


Não há casinha modesta

Que não se atavie, em festa,

Nestas noites, a brilhar:

Não se recordam tristezas . . .

Estalam bichas chinesas,

Estouram foguetes no ar.


Fogos alegres, pistolas,

Bombas! ao som das violas,

Ardei! cantai! crepitai!

Num largo e claro sorriso.

Seja a terra um paraíso!

Folgai, crianças, folgai!


Coro de crianças:


Aí vem Julho, o mês do frio . . .

Vamos os corpos aquecer,

Acelerando o rodopio . . .

— Pode outro mês aparecer!



No poetmi desde

Avatar do autor do poema

Olavo Bilac

Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac foi um jornalista e poeta brasileiro.