imagem alusiva a IV - Doura o dia. Silente, o vento dura.

IV - Doura o dia. Silente, o vento dura.

PoetMi.com

IV - Doura o dia. Silente, o vento dura.

........IV


Doura o dia. Silente, o vento dura.

Verde as árvores, mole a terra escura,

Onde flores, vazia a álea e os bancos.

No pinhal erva cresce nos barrancos.

Nuvens vagas no pérfido horizonte.

O moinho longínquo no ermo monte.

Eu alma, que contempla tudo isto,

Nada conhece e tudo reconhece.

Nestas sombras de me sentir existo,

E é falsa a teia que tecer me tece.

Fernando Pessoa in Poesias Inéditas


No poetmi desde

Avatar do autor do poema

Fernando Pessoa

Escritor, Poeta e Filósofo Fernando Pessoa deixou-nos inúmeros poemas e reflexões tanto em seu nome como nos de seu heterônimos.