imagem alusiva a Eu nunca fui dos que a um sexo o outro

Eu nunca fui dos que a um sexo o outro

PoetMi.com

Eu nunca fui dos que a um sexo o outro

Eu nunca fui dos que a um sexo o outro


No amor ou na amizade preferiram.


Por igual a beleza apeteço


Seja onde for, beleza.



Pousa a ave, olhando apenas a quem pousa


Pondo querer pousar antes do ramo;


Corre o rio onde encontra o seu retiro


E não onde é preciso.



Assim das diferenças me separo


E onde amo, porque o amo ou não amo,


Nem a inocência inata quando se ama


Julgo postergada nisto.



Não no objecto, no modo está o amor


Logo que a ame, a qualquer cousa amo.


meu amor nela não reside, mas


Em meu amor.



Os deuses que nos deram este rumo


Também deram a flor pra que a colhêssemos


com melhor amor talvez colhamos


O que pra usar buscamos.



Ricardo Reis in Odes de Ricardo Reis


No poetmi desde

Avatar do autor do poema

Ricardo Reis

Ricardo Reis, um dos diversos heterônimos do escritor português Fernando Pessoa. Segundo seu criador, ele nasceu em 1887, em Portugal, mas se exilou no Brasil a partir de 1919. Monarquista, epicurista, partidário do estoicismo e do paganismo, sua poesia possui traços neoclássicos e tem como principal temática a efemeridade da vida.