imagem alusiva a Antes de nós nos mesmos arvoredos

Antes de nós nos mesmos arvoredos

PoetMi.com

Antes de nós nos mesmos arvoredos

Antes de nós nos mesmos arvoredos


Passou o vento, quando havia vento,


E as folhas não falavam


De outro modo do que hoje.



Passamos e agitamo-nos debalde.


Não fazemos mais ruído no que existe


Do que as folhas das árvores


Ou os passos do vento.



Tentemos pois com abandono assíduo


Entregar nosso esforço à Natureza


E não querer mais vida


Que a das árvores verdes.



Inutilmente parecemos grandes.


Salvo nós nada pelo mundo fora


Nos saúda a grandeza


Nem sem querer nos serve.



Se aqui, à beira-mar, o meu indício


Na areia o mar com ondas três o apaga,


Que fará na alta praia


Em que o mar é o Tempo?




08/10/1914

Ricardo Reis in Odes de Ricardo Reis


No poetmi desde

Avatar do autor do poema

Ricardo Reis

Ricardo Reis, um dos diversos heterônimos do escritor português Fernando Pessoa. Segundo seu criador, ele nasceu em 1887, em Portugal, mas se exilou no Brasil a partir de 1919. Monarquista, epicurista, partidário do estoicismo e do paganismo, sua poesia possui traços neoclássicos e tem como principal temática a efemeridade da vida.